Tag Archives: xale

Broches improvisados para xales

14 nov

Mês passado dei de presente para minha amiga no trabalho uma estola. Ela nunca teve uma e não sabia como usar, aí eu mostrei e expliquei que, para segurá-la melhor nos ombros, ela podia usar um broche. Como aqui no Brasil não é tão fácil achar aqueles pins que a gente vê nas lojas lá fora (até em Buenos Aires tem aos montes), falei também que dava para usar uma piranha bem bonita.

Aí, um mês depois era o meu niver. Quando voltei de viagem, ela me deu de presente três piranhas fofas, dois pavões e um cacho de flores, de metal e pedrinhas coloridas. Eu nunca tinha visto piranhas assim, pequenas  e lindas. E claro que já tinha até o xale para usar com elas, o 22 Leaves.

Ao longe, pequeno e discreto.

De perto, nem tão discreto assim

A coleção completa que ganhei 🙂

Outro Dalilah, mais bonito ainda

28 set

Porque se é para fazer de novo, a gente tem que melhorar sempre.

Terminei meu segundo xale Dalilah S, receita free da Paula Nina.

Esse eu fiz com Oxford, da Aslan, e agulhas 4mm para dar de presente para uma amiga muito querida que faz aniversário esses dias 🙂

>> O meu xale no Ravelry

 

Para as pessoas da lista Crazy Knitting Ladies que fizeram o Dalilah, a Nina, que é uma querida, deu de presente um broche com o símbolo do blog. Não é lindo? ❤

 

Acredita que meu cabelo cresceu já deste tanto? Cresce como capim! Compara com a foto do primeiro Dalilah?

Para presente

24 ago

A mantinha estava meio chata de fazer na estrada e aí resolvi fazer outro Dalilah, da Paula Nina, com Oxford, da Aslan Trends. (o primeiro Dalilah que fiz está aqui)

Esse é para presente para alguém muito querida.

Essa pessoa não lê o meu blog. Se lesse, pela cor, saberia que é para ela 🙂

Faraway so Close

15 ago

A Susana achou a receita do xale Faraway So Close, da Carina Spencer, e postou na lista de discussão. Aí eu gostei e comprei a receita.

A autora conta que o xale foi criado originalmente como um presente para consolar uma amiga e nos meses de outubro ela destina o dinheiro arrecadado  com a venda da receita para instituições de caridade que dão apoio a famílias que sofrem com a perda de seus filhos. Se eu tivesse lido isso antes, teria esperando mais dois meses. 😦

Tentei primeiro fazer com o Magic Garden (Aslan), mas ficou muito pesado – dei outra destinação a ele. Terminei usando dois novelos de Tosca Light (Lang) que comprei na Pintar e Bordar quando as meninas do Rio vieram para cá. Como esse fio é super leve, misturei com Anne (Círculo) para dar um certo caimento.

Confesso que só gostei do xale depois que arrematei, botei nas costas e olhei no espelho. Durante todo o processo, desdenhei-o. A implicância era, na verdade, duas: a cor do xale e o desenho.

Verde com um laranja-terroso puxado para o marrom. Alguém já me viu vestindo marrom?

Sobre o desenho, eu olhava, olhava e não via graça… Até botar nas costas. Putz! Que surpresa maravilhosa!

A cor valorizou os desenhos e ficou uma coisa meio “étnica”, meio “terra”, meio “ameríndia” (ok, tricô não é tradicionalmente uma coisa de índio, mas as cores e os riscos me remontaram a arte primitiva). Assim, ele é suuuuuper simplinho, não tem nada “oh”, o lance é a cor. É o colorido que realça tudo, pode olhar no site original da receita. #ficaadica

Amei tudo. E dei de presente para a minha sogra, porque o niver dela é dia 29 deste mês.

>> Para favoritar no Ravelry

Xale Dalilah – terminado

25 jul

Terminei ontem, domingo, conforme tinha me planejado, o Xale Dalilah, da Paula Nina.

Bloquei e hoje tirei as fotos.

>> O meu xale no Ravelry

Fio: Intense (Coats Cisne). Menos de 3 novelos

Agulha 4mm

 

Agora eu vou fazer outro, verde claro, para dar de presente pra uma amiga.